Home / Destaques / O trabalho continua firme: Diretoria do Sindseps cobra soluções para pautas pendentes da categoria junto à gestão municipal

O trabalho continua firme: Diretoria do Sindseps cobra soluções para pautas pendentes da categoria junto à gestão municipal

A diretoria do Sindseps continua cobrando as demandas pendentes da categoria após o final da Campanha Salarial 2018. Na manhã dessa quarta-feira (31), durante a reunião da Mesa Permanente de Negociação, na Secretaria Municipal de Gestão [Semge], situações como o programa Bolsa Educação; Auxílio transporte; processos do enquadramento e a aplicação da avaliação de desempenho foram discutidas com o titular da Semge. Os diretores presentes fizeram diversos questionamentos na intenção de obter respostas e prazos para solução das pautas.

Bolsa Educação – A diretoria do Sindseps sugeriu que a Prefeitura fizesse incremento financeiro no programa para permitir a contemplação de mais servidores. Além disso, foi apontado ainda que as escolas participantes possam aumentar os percentuais de descontos oferecidos como forma de suavizar os esforços feitos pelos pais dos alunos. Na próxima reunião da Mesa Permanente, nossos diretores devem cobrar respostas acerca das sugestões oferecidas e ter acesso aos estudos de impacto financeiros consequentes do formato proposto. Uma assembleia geral será realizada tendo esse assunto como ponto de pauta.

Avaliação de Desempenho – A gestão municipal informou que ainda não tem prazos para solucionar essa questão e que reuniões internas estão acontecendo no sentido de apresentar o formato que está sendo construído. Diante da contundência da cobrança feita pelo sindicato, a expectativa é de que nas próximas reuniões já aconteçam novos capítulos dessa saga. Da mesma forma que a Bolsa Educação, esse tema também será pauta de assembleia geral da categoria, quando a apresentação for trazida ao conhecimento da diretoria para ser externada aos colegas.

Auxílio Transporte – Sem perspectivas para solucionar essa questão de maneira imediata, a gestão municipal ainda não apresentou formatos para reavaliar a mudança de concessão desse auxílio modificado pelo prefeito e que teve a aprovação dos vereadores para alteração. A diretoria do Sindseps solicita que o formato sejam trazido ao original que era previsto na Lei 01/91 e que não cause prejuízos aos trabalhadores, notadamente aqueles que percebem menor teto salarial. Assim como, no período que antecedeu a Campanha Salarial 2018, o tema será pautado na próxima Assembleia Geral ainda a ser marcada para reunir a categoria.

Enquadramentos x Justiça – Visando resguardar os direitos legítimos dos servidores que buscaram a Justiça como forma de reaver os valores retroativos devidos pela Prefeitura, relacionados com os enquadramentos dos planos de cargos [Planão e PCCV da Saúde], a diretoria do Sindseps orienta aos servidores que antes de qualquer decisão acerca da continuação de sua demanda judicial, procure o sindicato e seja municiado de informações pelo nosso departamento jurídico e nossos diretores. As possibilidades de acordo que podem ser aplicadas para solucionar essa questão judicial devem ser devidamente avaliadas pelo servidor que decidirá pelo seu livre arbítrio após dialogar com nossos advogados e conhecer todos os cenários propostos para essa manutenção de direitos previstos nas leis dos enquadramentos.

Ao comentar essas situações, o diretor Everaldo Braga foi enfático em afirmar que a diretoria do Sindseps não poupará esforços até que sejam sanadas todas as pendências do prefeito com a categoria. “Tivemos uma rodada de negociação exaustiva durante essa manhã, mas isso não nos preocupa ou desestimula. Estamos seguindo o caminho orientado pela categoria que era de continuar lutando para garantir que nossas conquistas não fossem ultrajadas. Terminada a Campanha Salarial, voltamos a defender os interesses coletivos junto à Semge. Não poupamos forças em nenhum dia e assim vamos nos comportar para que os colegas sejam vitoriosos. O prefeito tem que trazer soluções para essas pautas que estão ficando saturadas, visto que a gestão não apresenta possibilidades factíveis em nenhum momento, limitando-se a propor novas reuniões. Vamos retomar a mobilização vencedora e somente assim avançaremos. Disso não tenho dúvidas, e pode parecer clichê, mas no Sindseps, o trabalho não pára”, declarou Braga.

Além disso, verifique

Sindseps: trinta anos de luta e conquistas para os servidores municipais de Salvador

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *