Home / Destaques / Sindseps e Abasa na luta pela regulamentação da profissão de salva-vidas no Congresso Nacional

Sindseps e Abasa na luta pela regulamentação da profissão de salva-vidas no Congresso Nacional

Uma rotina que abrange o ano inteiro na missão sublime de defender os direitos dos salva-vidas. Esse tem sido o lema trabalhado na prática da diretoria da Associação Baiana de Salvamento Aquático [Abasa] em parceria com o Sindseps. Empenhados na regulamentação da profissão, uma comissão composta por integrantes das duas entidades esteve em Brasília [DF]. Prontos para atuar nessa nobre ação em nome da categoria, os representantes da Abasa e do Sindseps estiveram percorrendo o Congresso Nacional para sensibilizar parlamentares no sentido de garantir a aprovação do PLC [Projeto de Lei da Câmara] 42-2013. [Clique aqui]

Os homens do mar seguiram no intuito de dialogar com o senador Sérgio Petecão [AC] que tem a relatoria do PLC nº 66, de 2011 e PLC 42/13. Foram recebidos pela assessoria do  legislador acreano e expuseram os motivos que reforçam a necessidade da regulamentação da profissão de salva-vidas no país. Sem considerar os corredores do Congresso como um desconhecido profundo, os nossos diretores fizeram intervenções precisas junto aos senadores Humberto Costa, Vanessa Grazziotin, Randolfe Rodrigues, Agripino Maia, Romero Jucá, Alvaro Dias, João Capiberibe, Lindberg Farias, Paulo Paim, além de Magno Malta, Fátima Bezerra, Lasier Martins, entre outros. A deputada baiana Alice Portugal [PCdoB] se mostrou fundamental no suporte diante dos seus colegas parlamentares, como também deputado baiano João Carlos Bacelar [Podemos].

O deputado baiano Nelson Pelegrino [PT] e a deputada Laura Carneiro [autora do PLC 66-2011] mantiveram o compromisso de se empenhar pela regulamentação da profissão. Os parlamentares são patronos dos projetos em tramitação que versam sobre o tema.

Para o diretor do Sindseps, Geraldo Costa Júnior, a ida à capital federal tornou a regulamentação da profissão ainda mais próxima da realidade. “Estamos contentes e isso repercute em nossa vontade de continuar a mobilização em torno desse sonho de nossa categoria. Pudemos interagir com vários parlamentares das diversas bancadas estaduais e mostramos que a aprovação do projeto de lei é essencial para garantir a segurança e a preservação da vida em nosso país. Vamos retornar para Salvador com o ânimo renovado e apresentar os resultados de mais uma intervenção proveitosa em nome dos salva-vidas baianos e de todo o Brasil”, afirmou Costa.

Já o diretor Pedro Barretto apontou a necessidade de incrementar a estratégia de luta para conseguir a regulamentação da profissão. Segundo ele, quanto mais instrumentos legais e documentos forem juntados, a sensibilização do Congresso Nacional será mais eficaz. “A tramitação desse PLC mostra que juntamos diversas comunicações oficiais para reforçar o rito legislativo. A Câmara Municipal de Salvador se manifestou com uma moção de apelo pela aprovação do projeto e esse documento do povo de Salvador está entre os documentos. Assim fizeram outras Casas Legislativas municipais em torno desse objetivo. A Abasa e o Sindseps tem sido instrumentos de luta nessa missão de defender quem salva as vidas nas águas das cidades brasileiras e também apresentaram diversos documentos nesse sentido. Sem conter o entusiamo, digo que conseguimos reverter um quadro que era de incertezas e a regulamentação da nossa profissão está muito perto de acontecer e vamos continuar lutando na lua nova de inverno à verão, na lua cheia e de janeiro à janeiro para isso”, disse Barretto.

Estiveram presentes representando a Abasa, os salva-vidas Silas Rodrigues [diretor administrativo e financeiro] e Leonardo Igreja [coordenador geral]. Os diretores do Sindseps, Edna Maria, Rogério Dantas e Paulo Cerqueira também acompanharam os demais diretores do sindicato durante as visitas no Congresso Nacional em uma clara demonstração de união das categorias do serviço público municipal.

 

Além disso, verifique

Sindseps luta junto com colegas das empresas públicas e garante aprovação do plano de saúde

Cada conquista obtida com nossa luta tem um sabor especial e diferente. Na tarde dessa ...

Um comentário

  1. José Carlos Accioly de Oliveira

    É uma solicitação justa , onde a classe tem direito de ser reconhecida pelos serviços que presta a população brasileira.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *