Home / Destaques / Sindseps mantém defesa dos direitos de servidores e descontos nos salários serão reembolsados

Sindseps mantém defesa dos direitos de servidores e descontos nos salários serão reembolsados

Mais uma prática anti-sindical cometida pela Prefeitura Municipal foi combatida pelo seu sindicato. O corte de salários dos colegas que participaram das últimas assembleias realizadas pela entidade foi um duro golpe na mobilização dos trabalhadores e trabalhadoras do serviço público municipal. Engajados em resolver a situação, diretores do Sindseps estiveram na Secretaria Municipal de Gestão [Semge] e na Secretaria Municipal de Saúde [SMS] para cobrar providências e exigir a devolução dos valores que causaram prejuízos aos servidores.

Como encaminhamento, ficou ajustado que os servidores que efetivamente participaram das assembleias e assinaram a lista de presença terão os valores devolvidos. Esse procedimento de verificação será feito pela SMS. Existe uma expectativa da gestão municipal em fazer o reembolso na folha do mês de fevereiro. A diretoria do Sindseps vai acompanhar o desenrolar da situação e informará aos servidores que foram prejudicados.

“Nossa ação foi enérgica no sentido de reaver o legítimo direito de mobilização da classe trabalhadora. Quando soubemos da atitude unilateral da gestão municipal, imediatamente viemos a Semge [Secretaria Municipal de Gestão] para exigir esclarecimentos e cobrar providências. Chegamos no início da manhã com os diretores Nildo Pereira e Edvaldo Pinto e mantivemos firmes até mesmo no horário no almoço dentro da secretaria. Aguardamos sem pestanejar, pois tínhamos a necessidade de restabelecer o que foi tirado dos servidores que estiveram nas assembleias reforçando a luta de toda a categoria. Foi um exemplo de unidade sindical e respeito pelos nossos colegas. Vamos defender sempre o direito de permanecermos mobilizados e aproveito para convidar a todos que estejam na assembleia do próximo dia 05 de fevereiro”, disse o diretor do Sindseps, Everaldo Braga.

A próxima Assembleia Geral acontecerá na segunda-feira [05], a partir das 07h, na frente da Secretaria Municipal de Gestão [Semge], no Vale dos Barris. Para o diretor Nildo Pereira, esse momento será de reafirmação da mobilização dos servidores municipais. “Estamos tendo ataques diversos aos nossos direitos conquistados. Não podemos retroceder e devemos mostrar coragem no enfrentamento das mazelas. Tenham certeza de que nós estaremos na linha de frente para garantir que nossos direitos sejam respeitados. Viemos na Semge e na Secretaria de Saúde para que nossos colegas não fossem prejudicados financeiramente com descontos indevidos. Sempre foi assim que nos comportamos e não deixaremos de agir dessa forma na defesa dos interesses coletivos. Vamos para a assembleia e mostraremos que não cederemos ao assédio moral, principalmente contra os agentes de saúde”, apontou Pereira.

Além disso, verifique

CCJ da Câmara de Deputados aprova aumento de pena para homicídio contra guarda municipal e agente de trânsito

A Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania da Câmara dos Deputados aprovou o ...

Um comentário

  1. Não digo nada… Assalariadas sindicalizadas reclamam caladas. E as caras inchadas das almas penadas, sofridas choradas. Maldosas fadadas e continuadas. Coisa camuflada. Oportunas ordenadas. Sem laudas publicadas. São águas passadas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *