Home / Destaques / Saiba tudo: Sindseps defende interesses dos profissionais da rede municipal de saúde

Saiba tudo: Sindseps defende interesses dos profissionais da rede municipal de saúde

As questões específicas dos servidores da saúde municipal também foram tratadas durante a reunião de ontem [16], na Semge. Como de praxe, as negociações das pautas pertinentes à categoria foram representadas pela diretoria do Sindseps na Mesa Permanente.

Saiba como ficou a discussão dos itens que abrangem todos dos profissionais da rede municipal de saúde:

AUXÍLIO FARDAMENTO – A diretoria do sindicato cobrou que os profissionais de saúde [incluindo os agentes de saúde] também sejam contemplados com a concessão do referido auxílio. Foi solicitado ainda que a regulamentação acerca do auxílio inclua os valores e requisitos a serem atendidos. Na próxima reunião, novamente será exigido que a categoria seja favorecida de imediato seguindo o princípio da isonomia que rege o serviço público. Outra observação feita foi de que não haja distinção entre funções para essa concessão do auxílio fardamento.

AUXÍLIO TRANSPORTEA proposta da gestão para todos os servidores será apresentada na próxima reunião com a diretoria do sindicato. A situação tem causado prejuízos aos servidores e isso foi apontado pela diretoria do sindicato. No caso de agentes de saúde, o cenário é ainda mais complicado, pois alguns servidores precisam se deslocar para atender a campanhas e reforços de área. Vale a pena lembrar que o prefeito alterou a Lei 01/91 para modificar o formato da concessão e prejudicou a categoria.

ALIMENTAÇÃO NAS UPA’sUm contrato em vigor com uma empresa fornecedora de alimentação está sendo reavaliado pela gestão municipal por conta do atendimento contestado pelos servidores dessas unidades. Segundo a Semge, o órgão junto com a Secretaria Municipal de Saúde [SMS] resolverá logo em breve a situação. A diretoria do Sindseps apontou a concessão de auxílio alimentação como possível solução imediata para sanar o problema. Além disso, sugeriu que esse formato proposto possa contemplar os custos com alimentação de acordo com a jornada de trabalho de cada profissional lotado nessas unidades.

OPERAÇÃO CARNAVAL 2018 – Foi proposto pela diretoria do Sindseps que a gestão possa incrementar os valores pagos pela hora trabalhada durante a festa. Da mesma forma, houve o pedido em relação ao auxílio alimentação, visto que esses valores estão sem reajustes há alguns anos e a defasagem por conta da inflação diminuiu o poder de compra dos valores recebidos. No caso da alimentação, isso se torna ainda mais latente, pois o valor pago pela Prefeitura não permite refeições adequadas para o período trabalhado.

MUDANÇA DE CARGA HORÁRIA PARA 40 HORASOs servidores da SMS pediram e a diretoria do Sindseps levou a demanda pauta para a Mesa Permanente de Negociação. A situação está em análise para estudos de impactos financeiros. A diretoria do sindicato acompanha o desenrolar dos trabalhos e continuará cobrando retorno na expectativa de que haja breve atendimento.

MOBILIZAÇÃO – A diretoria do Sindseps mantém a categoria mobilizada na saúde e nas demais áreas. Uma Assembleia Geral deverá ser convocada para tratar das pautas gerais. Durante o ato, também discutiremos os temas específicos dos profissionais de saúde da rede municipal. A nossa mobilização tem que ser permanente, pois a solução dessas demandas da nossa disposição de lutar.

Além disso, verifique

Assembleia geral da Campanha Salarial 2018

2 comentários

  1. Campanha salarial fraca com , pautas fora da necessidade geral. Que é repasse da infração e reajuste salarial.

  2. Sinceramente,faz tempo que o Sindseps não nos defende , nem vai nos representa de verdade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *