Home / Destaques / Reajuste zero é repudiado em assembleia e próxima semana é de luta em todos os dias

Reajuste zero é repudiado em assembleia e próxima semana é de luta em todos os dias

Quem foi não se arrependeu e participou de mais um capítulo vencedor de nossa história de lutas. A caminhada realizada após a assembleia geral realizada na manhã desta quinta-feira (24) foi um momento de fortalecimento de nossa mobilização e de plena demonstração de nossa vontade coletiva. A decisão de não aceitar a indecente proposta de reajuste zero do prefeito foi o combustível para o protesto.

Colegas de vários órgãos da administração municipal fizeram falas que reafirmavam a postura combativa que a nossa categoria deve ter agora por diante. Cada manifestação foi no sentido de continuarmos mobilizados e realizando ações setoriais na próxima semana. A expectativa é de que a participação dos demais servidores aumente a mobilização na categoria e permita ainda mais força na negociação.

Estaremos reunidos no próximo domingo (27), a partir das 07h, na sede da Salvamar [Patamares], onde realizaremos ação setorial para mobilizar a categoria. Na segunda-feira (28), vamos começar o dia na frente da Secretaria Municipal de Saúde [SMS], no Comércio, a partir das 07h. Na terça-feira (29), nossa presença está confirmada junto com os colegas na abertura da Conferência Municipal de Saúde, que acontece no Colégio das Dorotéias, no Garcia, a partir de 08h.

A quarta-feira (30) já tem atividade marcada na nossa agenda de lutas. Todos os servidores municipais estão mobilizados para participar de Assembleia Geral da Campanha Salarial 2018, na frente da Câmara Municipal de Salvador [CMS], a partir de 13h30, a diretoria do Sindseps recepciona os colegas servidores municipais. Logo após o ato, a categoria vai se dirigir ao plenário da CMS para acompanhar a sessão ordinária na Casa Legislativa.

Além disso, verifique

Assembleia no Iguatemi

Um comentário

  1. Gostaria que a direção do atuante sindicato fizesse uma análise da proposta do executivo municipal sobre o projeto de lei complementar enviado pela prefeitura ao Legislativo . Retirada de um artigo do plano de cargos e vencimentos dos profissionais da área, referente à progressão dos servidores.

    Estabelecer um plano de lutas e preparar a greve dos servidores municipais contra esse governo que só pensa em retirar direitos.

    Nenhum direito a menos! Greve Já.

    Por fim, conclamo a direção do sindicato para realizar reunião no CCZ para mobilizar os companheiros para a luta.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *